Saúde: Absorventes

 

E ai? Absorvente interno ou externo? É a duvida de muita gente, e tem mais: todo mundo pode usar absorvente interno?

O fato é: é o pior período do mês de toda a mulher! quem disser que não…….. Você tem sorte! Além de cólica,tpm e milhões de outras coisas, ainda tem o bem dito do absorvente! Nas farmácias o que não falta é opção. Mas qual o certo? qual o melhor pra você?

Tem gente que prefere os internos e tem gente que prefere os externos. Os dois precisam de todo um cuidado, e as instruções sempre estão no rotulo.

Absorventes internos

Trazidos para o mercado na década de 50, oferecem bastante conforto e tranquilidade. Não marcam na roupa e são fáceis de usar. Evitam o mal cheiro e as chances de vazar são minimas.Se manuseado com o cuidado necessário e trocado com a frequência certa, não tem problema nenhum. As meninas costumam usar quando precisam ir na piscina por exemplo. Como eles ficam dentro do nosso corpo, a regra principal é limpar bem as mãos antes de usa-lo. O tempo máximo de uso é de 5 horas, (8 horas só à noite) o que evita bactérias. Para saber se foi colocado de maneira correta, é só andar, se movimentar. Se não houver incomodo, ele esta bem colocado.  A maior duvida no uso desse absorvente é: sou virgem, posso usar? Pode sim. Mas visite um ginecologista antes!

Absorventes Externos

São os mais indicados para o dia a dia, mas também exigem cuidados. Não há uma regra para o numero de trocas, pois depende do seu fluxo,mas é recomendado fazer de 3 a 4 trocas. As mulheres se preocupam bastante quando usam esse absorvente: vai manchar? vai vazar? vai marcar na roupa? Mas se usado corretamente não vai acontecer nada disso. Estão disponíveis em gel, com abas, sem abas, em malha fria e vários outros tipos. Esse tipo de absorvente tem mais casos de irritação e alergia do que os internos.

ImagemImagem

Tire algumas duvidas: 

1. A cobertura dos absorventes é segura para a saúde?

Sim, porque a maior parte dos absorventes é fabricada com matérias-primas especiais para este tipo de uso. O importante é prestar atenção para o caso de reações alérgicas, principalmente naqueles com cobertura que não são de algodão, pois podem prejudicar a ventilação e favorecer o aparecimento de infecções.

2. Qual a diferença entre um absorvente externo e interno?
Os absorventes externos são usados por fora do corpo, se aderem à calcinha e devem ser usados na presença de fluxo menstrual pequeno ou no final do ciclo menstrual das mulheres. Já o interno é inserido dentro da vagina para absorver o fluido antes de sair do corpo.

3. Com que frequência é necessário trocar o absorvente externo e interno?
Idealmente a cada 2 até 4 horas. Mas, tudo dependerá da intensidade do fluxo menstrual de cada mulher e da necessidade pessoal. É importante lembrar que não é aconselhável ficar muitas horas sem trocá-lo, porque isto pode ocasionar um odor desagradável, alergias e proporcionar a proliferação de bactérias.

4. É possível substituir o uso do absorvente externo pelo interno durante todo o ciclo?
É possível. Em geral, os absorventes internos não oferecem nenhum risco à saúde da mulher, desde que sejam usados de forma correta, ou seja, trocados em um período máximo de até 4 horas e que se mantenha os cuidados de higiene adequados.

5. Todo mundo pode usar absorventes internos? Mesmo garotas virgens ou aquelas que acabaram de menstruar?
Todas as mulheres podem usar, incluindo garotas virgens, porque não há nenhum risco de romper o hímen. Entretanto, a mulher pode sentir um pouco de desconforto na colocação deste tipo de absorvente.

6. Absorventes internos podem provocar choque tóxico?
O choque tóxico pode acontecer diante de uma contaminação pela toxina da bactéria stafilococos aureus. Pode ser uma infecção grave e inclusive em alguns casos, levar à morte. O uso correto do absorvente interno, com troca regular a cada 4 horas, ajuda a evitar esse tipo de infecção.

7. Existe absorvente ecológico?
É um absorvente interno na forma de uma tacinha que é lavável, após sua utilização. A questão é que o absorvente convencional de algodão, e que é desprezado depois do uso, tende a ser mais higiênico.

8. Como saber se o absorvente interno foi bem colocado? Como fazer para retirá-lo? E se o barbante do tampão sumir, enquanto estiver em uso?
Se a mulher não tem nenhuma sensação de desconforto ao inseri-lo na vagina, é sinal de que foi bem colocado. Para retirá-lo, basta puxar a cordinha ligada a ele. Agora, se o barbante sumir é necessário retirar o absorvente interno com o dedo. Caso tenha dificuldade, procure um ginecologista.

9. Quem tem candidíase pode usar absorvente interno?
Não há nenhum problema, porque o absorvente interno não piora a candidíase. Porém, o uso prolongado dele, além do permitido pode causar infecções bacterianas, como tricomoníase e vaginose bacteriana.

10. É possível utilizar um absorvente interno durante a noite?
É possível, mas não aconselhável. Se a mulher quiser usá-lo, esse deve ser colocado na hora de dormir e retirado quando acordar. O que deve ser avaliado é a intensidade do fluxo e o conforto pessoal.

11. Como descobrir o tamanho certo do tampão interno?
Em geral pela quantidade de fluxo menstrual. Caso o fluxo seja intenso, o ideal é usar o tamanho super. Caso contrário, usar os que possuem dimensões menores.

12. Quais são as vantagens que eles apresentam em relação aos demais absorventes? E as desvantagens? Eles podem ser usados diariamente?
Eles podem ser usados diariamente durante o período menstrual. A grande vantagem é a mulher ter mais liberdade para freqüentar ambientes, como praia e piscina, durante o período menstrual. A desvantagem é que devem ser trocados em um período, em geral, mais curto que o absorvente externo.

13. Mesmo quando bem colocado, há o risco do fluxo vazar ou a mulher pode se sentir segura usando o absorvente interno?
Há risco de vazar se o fluxo menstrual for muito intenso. Por isso, existem tamanhos diferentes para atender a cada necessidade. Neste caso, deve-se trocar o absorvente em um período mais curto de tempo. Seguindo-se a orientação do tempo de troca e os cuidados necessários, a mulher pode se sentir segura.

14. Existe problema em usar absorventes diários, tipo protetores de calcinha, todos os dias?
É problemático sim, porque isso aumenta o calor na região vaginal e a umidade, o que favorecem a ocorrência de infecções.

Questionário do site: http://www.belezainteligente.com.br

Anúncios

10 comentários sobre “Saúde: Absorventes

  1. So de falar menstruacao tenho calafrios. Colica, tpm, colica, espinha, mais colica, inchada, depre. Visssssh. Fora os primeiros tres dias que sou quase uma vaca, de tanto sangue.
    E haja absorvente noturno, chocolate e agua morna, fora dipironas pra me acalmar.
    Nunca usei interno. Sempre tive um medinho, hahahaha. Mas vou tomar coragem e usar, dia desses.

  2. mas tem que ter cuidado se for virgem. Não é normal, mas pode romper sim o himen. Minha ginecologista falou que por meu himen não ser muito pra dentro, vai romper se eu usar.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s