Papo aberto: Gravidez na adolescência

Hello!! O tema escolhido de hoje foi Gravidez na adolescência e as meninas falaram um pouco sobre o que acham disso. A gravidez na adolescência, ainda acontece bastante e geralmente é vista como irresponsabilidade do casal. O que vocês acham?

gravidezadolescente

 

A opinião das meninas

  • Nunca cheguei perto de passar por isso porem vi muitas que passaram… Uma coisa geral é que sempre é complicado e sua vida muda seriamente. Mas o que define o tamanho do “problema” e se você terá ou não apoio, seja do pai do bebe seja da família. O fato inegável e que hoje em dia o problema não é mais falta de informação, todos que eu conheci sabiam bem o que estavam fazendo bem quais seriam as consequências, mas a falta de maturidade e a ideia que isso não ia acontecer com elas falou mas alto. Porem a verdade e que mesmo se cuidando, tomar anticoncepcional ou camisinha ainda corre riscos… Camisinhas rasgam e pirolas falham (principalmente se você ficar doente e tomar outros medicamentos, eles podem cortar o efeito da pilula… Minha irma engravidou assim kkkkkk). Então não sei, acho que isso não e algo que pode ser impedido… Sempre vai acontecer mesmo as “crianças” tendo acesso as informações e aulas de educação sexual, porque no fim das contas se você pratica sexo antes de ter maturidade para isso sempre terá esse risco, o que importa e mas a educação que você recebeu em casa e o apoio da família. O incrível que justo quem não tem essa maturidade e justo quem não tem esse apoio familiar, e é bem quem mas se ferra pois acaba não conseguindo estudar, trabalhar e perde anos de sua vida. Tendo o apoio da família, ou alguém para te ajudar tanto psicologicamente quanto financeiramente e obvio alguém para ficar com o bebe para se estudar, pode acontecer de ser uma boa experiencia, não e o fim do mundo. – Gabriela, ariana, amor ler, jogar e encher o saco das minhas gatinhas… 23 anos, formada em sistemas de informação.
  • Acho que a gravidez em qualquer fase da vida e um assunto muito sério, mas na adolescência principalmente!! Acredito que um filho nessa fase da vida vai trazer muito desconforto entre o casal e a família, (gera felicidade, obvio) mas acarreta em muitas responsabilidades, gastos e Perda de oportunidades de emprego/estudo! Mesmo com muita informação, pela internet, revista e tudo mais, isso continua acontecendo, acredito que pela falta de dialogo com os familiares, e falta de maturidade também, porque apesar de haver métodos contraceptivos, algumas acham que uma vez só não acontece, umas caem no papo do menino, enfim… Muitas das meninas que passam por essa situação não tem psicológico nem físico suficiente pra aguentar a pressão da família e da nova fase, umas pensam em abortar, eu acredito que não seja a melhor solução, afinal você fez e tem que cumprir com suas responsabilidades! A gravidez leva as meninas a amadurecerem rápido e irem morar junto com seus companheiro (em alguns casos, contra a própria vontade também) enfim…Engravidar quando ainda é uma adolescente é muito impactante, ter que deixar os estudos e deixar todos os bons momentos desta fase, Uma fase em que não temos problemas e obrigações. Engravidar é ter que crescer muito rápido, é ter que criar responsabilidade para ser uma criança adulta cuidando de outra criança… – Rebeca Araújo, 17 anos, taurina, namorando. Apaixonada por biologia, minha família, namorado e meu cachorro. Meu maior sonho é ser biomédica.
  • Ser mãe quando se é adolescente é uma responsabilidade muito grande, ter que criar e educar uma criança quando você ainda não tem “maturidade” o suficiente pra isso, a mãe praticamente brinca de boneca. Minha mãe me teve muito nova, com 16 anos, e ela me conta que não tinha responsabilidade o suficiente na época, antigamente não existia acesso a tantas informações de como se prevenir como hoje existem, todo mundo sabe se cuidar, além de que se a pessoa não se cuidar na hora do sexo, pode pegar alguma doença. Ter um filho pode ser bom pra algumas pessoas, mas é um custo grande, tirado que atrapalha seus estudos, você perde tudo pra dar ao seu filho e eu nem imagino sendo mãe. – Louise Heitor, 18 anos, nascida em recife e criada no Rio de janeiro. Sonho em fazer direito, mas amo moda. Sou apaixonada por gatos e pela minha família. 

Dependendo da sua estabilidade financeira, da sua cabeça, da cabeça do pai, e dos pais do casal a situação pode ser mais difícil ou mais fácil. Muitas vezes os pais do casal não apoiam, não aceitam e ai as dificuldades são maiores. Querendo ou não, gravidez é sim evitável, através de vários mecanismos como anticoncepcional, camisinha, pílula do dia seguinte… Ter um filho, em qualquer idade, requer uma série de cuidados com a saúde, requer dinheiro e tempo e normalmente adolescentes não possuem tal estabilidade. Por isso, é necessário ter responsabilidade na relação sexual. Sexo tem consequências, se cuide!

carm

Anúncios

Um comentário sobre “Papo aberto: Gravidez na adolescência

  1. Então eu tenho 17 anos e meu namorado 19, temos estabilidade financeira e tomamos a grande decisão de ter um filho. Estou no começo da gestação e estamos muito feliz, apesar da minha idade tenho maturidade e consciência de tudo q essa gravidez está me trazendo e ainda me trará..N terei q abandona estudo e neh nada, meu futuro marido é muito responsável e está ao meu lado p tudo…Sei q n será tudo perfeito, mais dês de já, estou muito feliz com a minha escolha..

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s