Papo de amiga: primeira vez, contar ou não pros pais?

 

Hey Girls! Lembram daquele post que fiz sobre primeira vez, virgindade? Agora o papo é mais direto! Depois que perder a virgindade ou até mesmo antes de perder, devemos contar ou não para os pais?  De certo modo, isso é uma pergunta bastante pessoal, mas debatendo sobre o assunto com as meninas do grupo (whataspp), descobri várias opiniões! Além disso, vocês irão ler um depoimento de uma menina que já perdeu a virgindade. Será que foi bom? Será que ela contou a família?

mãe

Virgindade. Um momento só nosso com a pessoa que escolhemos. As vezes, a gente nem escolhe, mas acaba acontecendo. A maioria das meninas imaginam, idealizam bastante tudo isso e talvez ai esteja o erro. Quando a gente idealiza demais, a gente corre o risco de se decepcionar muito e com certeza isso não é bom para esse acontecimento tão especial. Há quem diga que não planeja e tem aquelas sonhadoras, que imaginam um dia perfeito. De todo jeito, é algo marcante, mas antes, durante e depois vem todos os “mas” e os “e se” da vida. Não se discute com quem a gente deve perder a virgindade, porque isso é uma escolha só nossa, sem sombra de duvidas, mas podemos pensar em tudo que acontece, em todas as consequências que isso traz. Muitas meninas ainda não fizeram com medo da família descobrir, outras já contaram a mãe e outras nem pensam em contar. Por que? Não imagino isso como um problema, ainda mais em pleno século XXI! A primeira coisa que se deve fazer é conquistar a confiança dos seus pais, é o que eu sempre falo: quanto mais abertura os pais derem (e vice versa) melhor será a relação entre pai e filho. Além disso, é preciso ter responsabilidade. É preciso encarar as coisas como “gente grande”.

casal 1

Afinal, por que devemos contar? O primeiro ponto positivo disso é que seus pais (quem tem mais afinidade fala pra mãe e quem tem mais afinidade com o pai fala pra ele ou até mesmo pra uma tia) vão lhe orientar quanto a tudo relacionado ao sexo. Eles podem até se envergonhar de falar, mas depois se soltam, podem até brigar com você, porque afinal de contas, a bonequinha, o bebê deles, já não é mais criança não é? Talvez vocês só entendam isso quando forem mães, mas é assim mesmo. Os pais se assustam, eles descobrem que vocês cresceram, de uma forma ou de outra, mas quando eles souberem, eles irão confiar ainda mais em você e você terá sempre a proteção deles. Fora isso, é horrível esconder algo de alguém tão importante não é? Se já somos grandes para fazer sexo, somos grandes pra contar e encarar mamãe e papai. As meninas relatam que não contaram ou não contariam porque não sabem como eles irão reagir – mas não precisa saber – basta contar, consequência qualquer coisa traz. Decidiu contar? Ótimo. Mas como? Hoje em dia temos telefone, whatsapp e facebook. Apesar desses meios de comunicação serem informais pra um assunto tão “complicado”, pode ajudar bastante. Puxe assunto, fale besteiras, entre no tema e solte! Assim mesmo, como não quer nada! Não precisa fazer um bicho de 7 cabeças e lembrem-se sempre, nossos melhores amigos são nossa família, principalmente mãe e pai.

casal

Relato de uma primeira vez:

“Bom, a minha primeira vez foi com o menino que dei o meu primeiro beijo. Eu tinha quase 16 anos… Começamos a namorar sério e depois de um tempo aconteceu. Fui no sítio do pai dele, me lembro que tinha tanta vergonha que não deixei ele acender a luz e como o sítio era distante da cidade ficou um breu. Não dava pra enxergar naaada. Eu tava moooorrendo de medo, ao mesmo tempo queria que acontecesse, tinha medo da dor que as minhas amigas falavam que sentiram. Ele foi tentando, fez algumas preliminares, foi super romântico, foi bem devagarinho… Mas não conseguiu ir ate o fim da primeira vez porque eu não consegui. Uma semana depois tentamos novamente e não deixei ir ate o fim também. Uma dooor infernal! Kkkkk, dois dias depois tentamos novamente e dessa vez ele conseguiu terminar o trabalho (risos). Quando cheguei em casa saiu um pouco de sangue, mas nada que causasse espanto. Eu que fiquei maluca no outro dia porque coloquei na minha cabeça que tava grávida (risos). Ele super paciente e amoroso soube conversar comigo e me explicar direitinho as coisas. Namoramos por mais 2 anos, fazer sexo virou rotina entre a gente e sempre que fazíamos aprendíamos uma coisa nova com o outro. Hoje ele é meu suuuper amigo, mas me sinto constrangida quando estou na presença dele”.

 

E a sua primeira vez, como foi? Conta pra a gente :) É só enviar um email pra comtodaclasse@hotmail.com

USEM CAMISINHA

Beijão

amanda carmm

 

Anúncios

2 comentários sobre “Papo de amiga: primeira vez, contar ou não pros pais?

  1. Eu contei pra minha mãe numa boa!! Minha mãe é meio termo sabe, não é liberal demais, mas também não é da moda antiga kkkkk
    Ela tomou um susto, claro, pois não esperava! Estávamos conversando sobre algo ligado a esse assunto, daí falei. E senti um grande alívio :)
    Um conselho que dou a vcs, respirem fundo e contem hahaha. Vcs não vão precisar ficar escondendo dos seus pais que transam, que fazem exames ginecológicos, que tomam anticoncepcional.. E o melhor, sempre que tiverem uma dúvida ou algum problema, poderão contar com a amiga mais dedicada e fiel que existe, que é sua mãe! :)

    Ah, e não precisa contar pro papai não. Pode deixar que a mamãe se encarregará disso! kkkkkkkkkkk

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s